Fatores de Risco

8 de novembro de 2010

Os fatores de risco incluem obesidade, apnéia, altitude, uso de drogas e toxinas, e ainda:

  • Histórico familiar – se uma ou mais membros da sua família tem Hipertensão Pulmonar ou um membro familiar na sua linhagem.
  • Gênero – mulheres têm duas vezes mais chances que os homens.
  • Gravidez – Ocorrem várias mudanças no corpo da mulher e há uma sobrecarga nos órgãos afetados pela hipertensão pulmonar, o que pode colocar em risco a vida da mulher e do feto. Além disso, alguns medicamentos, que fazem parte do tratamento, não são aconselhados para mulheres grávidas.
  • Outras doenças – Incluindo doenças do coração, doenças pulmonares, doenças do fígado desordens do tecido conectivo como esclerodema e lúpus.

Quão comum é a HAP?

Embora a HAP seja uma doença rara, com uma prevalência estimada de 30 a 50 casos por milhão, a prevalência da HAP em alguns grupos de risco é substancialmente maior. Por exemplo, em pacientes infectados por HIV, a prevalência é de 0,5%, em pacientes de anemia falciforme a prevalência é de 20 a 40% e em pacientes com esclerose sistêmica a prevalência foi relatada como sendo de 4,9% até 38%.

A HAP idiopática é duas vezes mais comum em mulheres que em homens.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: