“Eu nasci para o desastre, porém com sorte”

30 de dezembro de 2010

Sociólogo – ativista dos direitos humanos brasileiro. Concebeu e dedicou-se ao projeto “Ação da Cidadania contra a Fome”.

Símbolo da determinação e do trabalho incansável pela cidadania, pela restauração da verdadeira democracia participativa, pela valorização da solidariedade e dos direitos humanos em uma sociedade injusta.

Passou a vida luta contra a morte e em favor da democracia social e econômica.

Herdou a hemofilia da mãe. Em 1986 descobriu ter contraído o vírus da AIDS em uma das transfusões de sangue que era obrigado a se submeter devido a hemofilia. Em sua vida pública esse fato repercutiu na criação de movimentos  de defesa dos direitos dos portadores do vírus. Junto com outros membros da sociedade civil, fundou e presidiu até a sua morte a Associação Brasileira Interdisciplinar de AIDS. Não deixou de ser ativo até o final de sua vida, dizendo que sua condição de soropositivo forçava a “comemorar a vida todas as manhãs”.

Em 88, após a morte do irmão Chico Mário, Betinho se confessa desesperançado.

Morreu em 1997, já bastante debilitado pela AIDS

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: