Archive for the 'Oxigênio' Category

Respirar, respirar, respirar…

7 de dezembro de 2010

Concentrador de Oxigênio

O Oxigênio na sua forma molecular é um gás a temperatura ambiente incolor, insípido, inodoro, comburente, não combustível e pouco solúvel em água. Representa aproximadamente 20% da atmosfera terrestre.

Oxigênio é necessário para a vida e é um componente do ar que respiramos. Baixos níveis de oxigênio podem causar estreitamento dos vasos sanguíneos e isso pode piorar a hipertensão pulmonar. O melhor é manter a saturação do oxigênio pelo menos 90% ou mais alta em pacientes com hipertensão pulmonar quando possível. Na maioria dos pacientes, isso é obtido pelo oxigenoterapia que tem como única finalidade corrigir a baixa oxigenação sanguínea (hipoxemia).

O oxigênio suplementar vem em tanques que podem ser preparados e entregues por uma empresa de oxigênio. O oxigênio é inalado pelos pacientes por uma cânula nasal ou máscara facial que é conectado ao tanque de oxigênio por um tubo de plástico. Em casa, os pacientes usam uma máquina chamada condensador que provém oxigênio indefinidamente, embora seja necessário o uso da eletricidade. Quando o paciente saí de casa o oxigênio passa a vir de tanques portáteis que duram apenas poucas horas, dependendo de quanto oxigênio é necessário.

Somente o médico poderá indicar o uso de oxigênio. A necessidade é detectada através de dois exames: Oximetria de pulso (aparelho que informa o grau de oxigenação sanguínea) e gasometria arterial (quantificação de uma amostra de sangue, colhida de uma artéria).

Oxigênio administrado por uma cânula nasal pode causar ressecamento no nariz o que pode levar a irritação e ocasionais sangramentos. A umidificação do oxigênio miniminiza esse problema. O oxigênio pode também ser administrado por uma máscara facial (quando é necessário grandes quantidades de oxigênio) ou por um cateter transtraqueal (oxigênio administrado direto na traquéia)

A oxigenoterapia promove uma melhora significativa na qualidade de vida dos indivíduos, proporcionando ganho no desempenho das atividades físicas e intelectuais, prolonga também a vida do paciente. Pacientes sem hipoxemia não usufruem de qualquer benefício, podendo inclusive ser prejudicial.

 

Oxyarm

Oxyarm – Necessário 4 mãos para colocá-lo. Ótimo em atividades que não seja necessário movimento. Comer com ele também não é uma boa idéia. A coisa boa é que melhora a sensação do nariz.

Quem usa oxigênio suplementar o tempo inteiro ou parte do tempo, deve tomar cuidado e ver se colocou o concentrador um pouco mais que o médico recomendou. Essa atitude pode ser nociva ao delicado tecido pulmonar.

De acordo com A Moment of Science (Indiana University), “Ironicamente, muito oxigênio, na verdade, inibe a ventilação e acaba desacelerando a entrega de oxigênio aos tecidos do seu corpo”.

Outro problema é que certos tecidos, como as paredes das artérias, são muito sensíveis ao oxigênio. “A córnea também é bem sensível ao oxigênio, pessoas já ficaram cega porque o nível era muito alto”.

Se você tem dinheiro para gastar, pode aperfeiçoar a sua oxigenoterapia controlando o nível de saturação nas atividades. Aqui no Brasil os preços variam de 400 até 3.000 reais, já no exterior os preços são mais acessíveis.